segunda-feira, 12 de novembro de 2012

ENTREVISTA PREFEITO ALEX BOSCAINI (PT) NOVEMBRO 2012

PREFEITO ALEX (PT) DIZ QUE ASSUMIU GOVERNO DE SEU ANTESUCESSOR
COM UMA BAITA DÍVIDA E GARANTE TRANSIÇÃO TRANQUILA


Na segunda-feira, 5, o colunista Arruda Filho realizou uma entrevista descontraída com o prefeito Alex Boscaini (PT) para avaliar o governo que esta encerrando no dia 31 de dezembro, e como se dará o processo de transição do atual, para o novo governo que assume em primeiro de janeiro de 2013.

JS- Quais foram os motivos políticos que o senhor não fez o seu sucessor?
Alex – Estamos reunindo o partido nesta semana para avaliar as eleições deste ano. Acredito que os motivos são múltiplos e, após identificar esses motivos vamos fazer uma correção de rumo partidário. Sou um homem de partido e só depois desta reunião irei me manifestar.

JS- Como o Senhor avalia os seus oito anos de governo?
Alex- Foi um governo com muita dedicação e muitas obras. Fizemos muitas melhorias em todas as áreas de serviços prestados a população. Nós estamos fazendo a transição para o novo prefeito com uma situação financeira saudável. Assumi uma prefeitura com muitas dívidas. No meu governo não geramos mais dívidas. Só pagamos as contas da prefeitura. Quando assumi renegociamos e parcelamos as dívidas e, atualmente, estamos honrando os pagamentos em dia. Quando tivermos os dados oficiais vamos divulgar para a imprensa.

JS- O que o Senhor fez no seu governo e que não faria de novo?
Alex – Faria tudo de novo e dando segmento no que já fizemos, porém iria aperfeiçoar.

JS- O Senhor se arrepende de ter indicado o nome de Robinson Duarte (PT) para ser o candidato a prefeito, ao invés indicar um nome mais conhecido?
Alex – De forma alguma. O Robinson foi a pessoa que demonstrou no processo eleitoral e no conjunto das propostas para a população de Viamão que tem conhecimento, capacidade e diálogo para administrar a prefeitura. E se tivesse que defender, novamente, o nome dele, certamente, faria sem nenhum constrangimento.

JS- Há comentários na cidade que o Senhor é dono de um posto de gasolina, tem um iate, tem um edifício e é sócio da empresa JC Lopes que recolhe o lixo na cidade. O que tem de verdade e de mentira nessas informações?
Alex – Risos... Até hoje eu estou procurando esse patrimônio que não tenho. Na verdade é que ao longo do tempo se espalhou na cidade uma série de boatos que eu possuo uma série de empresas e sócio de empreendimentos. O boato mais comentado é que sou dono do Posto de Gasolina na Parada 32. Até as pessoas brincam comigo que foi o empreendimento na cidade que mais cresceu. Risos..., mas nada disso é verdade.

JS- Qual é o seu futuro político prefeito?
Alex- Eu sou militante político na cidade de Viamão. Tenho um carinho muito grande pelo nosso município. Aprendi a absorver os impactos que a gente sofre na vida. Adquiri experiência e estou preparado politicamente. Sou pré-candidato a deputado estadual.

JS- Com vai ser a transição para o novo governo que vai assumir no dia 1º de janeiro de 2012?
Alex- A transição será tranquila e bem serena.

JS- O Senhor já conversou com o novo prefeito?
Alex- Sim. Agentes do futuro governo já estiveram aqui no gabinete e já marcamos uma agenda para a próxima semana. Nós respeitamos a democracia e entendemos que esse processo tem que se dar de forma muito clara e muito tranquila e, principalmente, com respeito entre as partes, pois a eleição terminou no dia 7 de outubro, às 17 horas.

JS- A soma dos votos dos candidatos a vereador da Frente Popular Trabalhista totalizou 62 mil votos, enquanto o seu candidato a prefeito, Robinson, fez 39 mil votos. O Senhor entende que houve traição dos candidatos da base aliada do seu governo?
Alex- Esta é uma avaliação que nós vamos fazer no nosso partido. Eu quero partir do princípio que todos os candidatos que estiveram entorno da candidatura do Robinson estavam defendendo um projeto político que foi discutido no partido. Há uma especulação sobre isso, e nós sabemos disso, mas não há fatos consumados. Para nós o resultado é fruto de um contexto e de uma série de acontecimentos, e o resultado que deu nas urnas, acabe a nós assimilar e respeitar a decisão da população e seguir na construção política.

JS- O Senhor entende que não houve traição da base aliada?
Alex- Não tem como afirmar que houve traição.

JS- Durante a campanha houve um comentário que o Senhor chamou em seu gabinete os então, candidatos a vereador, Armando, Serginho e Dédo para um puxão de orelhas. O Senhor achava que eles estavam fazendo o voto camarão e pedindo votos somente para eles e não para a majoritária?
Alex- Quando o Robinson me convidou para ser o coordenador da campanha cabia a mim falar com todos os candidatos a vereador. Inúmeras vezes chamei os candidatos de vários partidos para conversar durante a campanha. A minha intenção, nas conversas, era avaliar e alinhar a campanha e fortalecer a candidatura do Robinson.

JS- Suas considerações finais prefeito.

Alex- Quero agradecer a população que me oportunizou por duas vezes ser o prefeito de Viamão. Agradecer aos meios de comunicação que fizeram a sua parte, onde cada editoria teve as suas ideias, e nós respeitamos as opiniões, pois a vida é permanente e a gente não encerra a vida política por que terminou o mandato. Os mandatos são temporários e a nossa militância política é permanente. Deixo o meu carinho e respeito a todos que de uma forma, ou de outra contribuíram em todo esse período de governo.

terça-feira, 30 de outubro de 2012

TEORIA DA EVOLUÇÃO - BIOLOGIA EVOLUTIVA - GENÉTICA DE POPULAÇÕES

Universidade Federal do Rio Grande do Sul - UFRGS

Instituto de Biociências

Departamento de Genética

REGESD0247 – Genética de Populações e Evolução

Profs. Nelson J. R. Fagundes e Diego Hepp

(nelson.fagundes@ufrgs.br; diego.hepp@gmail.com )



ALUNO: VILSON ANTONIO DA COSTA ARRUDA

POLO: POA

ID: 0178662



Estudo Dirigido 1

Avaliação referente ao 1° Módulo, incluindo os conteúdos abordados nos tópicos 1 e 2 (aulas 1 e 2 respectivamente), com o apoio dos textos disponibilizados.

As respostas da atividade deverão ser enviadas no link, em formato de texto (word, pdf) até o dia 28 de outubro de 2012 (horário limite 23:59).



1.A partir da definição de Ciência trabalhada em aula, descreva com suas próprias palavras como uma ciência histórica, como a biologia evolutiva pode ser encaixada no paradigma Popperiano de ciência (método hipotético-dedutivo?). Dica: lembre-se do “método das narrativas”.

Resposta:

A Biologia evolutiva se encaixa bem no paradigma “Popperiano”, por permitir que suas hipóteses sejam testadas (refutadas ou não) seja por experimentos diretos, ou seja, pelas predições geradas através de narrativas. A biologia evolutiva surgiu e consolidou através de narrativas e questionamentos sobre as dúvidas relacionadas à evolução das espécies.

2. Em que sentidos a Evolução é um Fato? Em que sentido a Evolução é uma Teoria?

Resposta:

Entendo que a evolução é um fato e também uma teoria, mas fatos e teorias são coisas diferentes. Fatos (acontecimentos) são dados reais do mundo que observamos. Teorias são estruturas de ideias pelo qual os cientistas tentam explicar e interpretar os fatos (acontecimentos). Fatos não vão embora quando os cientistas debatem teorias rivais para explicá-los. Por exemplo. A teoria da gravitação de Newton foi substituída pela teoria de Einstein neste século, mas as maçãs não se mantêm suspensas no ar (FATO) em consequência da primeira teoria ter sido refutada.

- O fato não pode ser refutado em tempo real, mas a teoria, sim, pode ser refutada.

Na mesma linha de raciocínio podemos dizer que a evolução é um fato porque podemos observar, em tempo real, algumas modificações na composição de populações que definem o que queremos dizer por Evolução. Por exemplo, evolução morfológica e fisiológica em animais e plantas domesticados. Então a evolução acontece de FATO por que é observável.

A evolução é um fato porque mesmos os eventos não observáveis (hipotéticos), deduzidos a partir das observações , são tão altamente apoiados que os tratamos como fatos científicos. Exemplo disso, é a ancestralidade comum a todos os organismos.

Como teoria, a Evolução, é um conjunto de ideias científicas interligadas que permitem a interpretação de observações, e a predição de acontecimentos futuros. Como teoria científica ela está em constante aperfeiçoamento.

A hipótese da teoria evolutiva diz que os humanos e chimpanzés tiveram um ancestral comum recente (e mais recente do que o ancestral comum entre chimpanzés e gorilas, por exemplo) já foi testada diversas vezes e nunca foi refutada por evidências da genética, anatomia, fisiologia, comportamento, etc. Dessa forma, existem evidências para processos evolutivos antigos que também podem ser tratados como “FATOS”.

Outro fato relevante é que não observamos 100% um determinado acontecimento (FATO), então a teoria também não é 100% verdadeira, em vista disso pode ser falseada.



3. Considere a importância histórica do conceito da “Grande cadeia do Ser (GCS)”.

- Como ela serviu para compatibilizar a natureza com a visão de mundo proposto pelo Catolicismo Medieval?

- Comente alguns fatores que levaram os naturalistas do séc XVII a duvidar que a GCS era uma representação acurada do mundo natural.

GCS é uma ideia recorrente na história da biologia segundo a qual, todos os organismos podem ser ordenados de maneira linear, contínua e progressiva, começando pelo mais simples até alcançar o mais complexo, que normalmente se identifica com o ser humano.

O Iluminismo foi uma época marcada pelo florescimento das ciências após os anos sombrios da Idade Média. Esse desenvolvimento levou a uma visão progressista do mundo que acabou adaptada à natureza. Charles Bonnet imaginava que cada organismo mais simples poderia conter “germes” de indivíduos mais complexos (acima deles na GCS) e isso de alguma forma poderia se refletir num “transformismo” entre organismos. Lineu foi o criador da nomenclatura biológica que usamos atualmente, embora não fosse de forma alguma um evolucionista. Buffon é importante por ter sido o 1º grande naturalista ocidental a discutir se a história da terra incluía eventos de extinção (algo que não fazia sentido por uma perspectiva criacionista simples), e também, pelos seus estudos em geologia, se a idade do planeta não era muito mais antiga do que o que a Bíblia relatava.



4. Em relação às teorias de Darwin e Lamarck, comente qual a importância histórica de cada uma delas, em que pontos cada uma foi revolucionária. Ainda, quais os pontos comuns e quais pontos discordantes entre ambas? Elabore um texto que aborde esses itens, incluindo também os aspectos filosóficos de ambas teorias (NÃO faça um quadro comparativo).

Resposta:

A evolução biológica é formada por mudanças em indivíduos de uma população, que são transmitidas de uma geração a outra. Esse processo resulta no aparecimento de novas raças e espécies. Nos dois últimos séculos tem-se acumulado enorme quantidade de evidências favoráveis à evolução, FATO que ocorreu no passado e continua a ocorrer.

Negando a imutabilidade das espécies, afrontando idéias fixistas, naturalistas do século XIX utilizaram conhecimentos disponíveis em sua época para explicar o evolucionismo. Das hipóteses levantadas duas merecem destaque: as propostas por Lamarck (lamarquismo) e por Darwin (darwinismo).

Lamarck (1744-1829) foi o primeiro evolucionista da história, Publicou um livro, a "Philosophie Zoologique", no qual sugeriu a teoria a respeito do mecanismo de evolução das espécies. Partindo de que "o meio ambiente sofre alterações e os seres vivos têm que se modificar para adaptarem-se às novas condições" e "com o tempo as modificações ocorridas nos seres vivos tornam-se hereditárias".

Nessa época a Teoria da Biogênese já tinha derrubado a hipótese da Geração Espontânea.

De acordo com Lamarck, a atrofia de partes do organismo devido ao desuso, o desenvolvimento de músculos resultante de exercícios contínuos e o escurecimento da pele sob a radiação solar seriam características que, se tornariam hereditárias. Exemplos como esses obtidos através do estudo de fósseis marinhos levaram Lamarck à proposição de sua teoria evolucionista:

Princípio do uso e desuso:

O uso continuado de um órgão ou parte do organismo determina o seu desenvolvimento (hipertrofia). Em contrapartida, o desuso resulta em desenvolvimento reduzido (atrofia) ou mesmo desaparecimento de um órgão ou parte do organismo.

Exemplos ilustraram os seus princípios e o modo pelo qual permitiriam o aparecimento de novas espécies. Um deles explica a existência de peixes cegos em cavernas. Peixes dotados de visão teriam passado a viver em cavernas, onde a inexistência de luz condicionou a atrofia de seus olhos por desuso.

A teoria evolucionista de Lamarck, não deu certo por que ele acreditava que uma vez adquirida certas características, essas seriam hereditárias, o que foi refutado por Gregor Mendel, cerca de 31 anos após a morte de Lamarck, por volta de 1860, quando descobriu que as alterações em células somáticas dos indivíduos não alteram as informações genéticas contida nas células germinativas, não sendo, dessa forma, hereditárias.

O naturalista, Charles Robert Darwin, baseado nos conhecimentos de Lamarck e de sua viagem ao redor do mundo, e posteriormente agregando conhecimentos dos estudos de Thomas Malthus, sobre a dinâmica do crescimento populacional, concluiu que o mecanismo evolutivo está baseado na Seleção Natural das espécies.

Darwin teve oportunidade de recolher informações sobre diversas seres vivos na América do Sul e outras regiões do globo. Fazendo uso de agudo senso de observação, Darwin analisou fósseis e coletou dados relativos à vida animal e vegetal, relações entre os seres vivos, sua variabilidade e adaptações dos mesmos aos ambientes naturais vivem.

Com aprofundado senso de observação, Darwin, verificou no Arquipélago de Galápagos, que em cada ilha existem tartarugas, Tentilhões e outros seres adaptados aos ambientes particulares em que vivem. Em Galápagos, cada ilha é habitada por espécies semelhantes, porém distintas dessas aves, fato que atesta o caráter gradual da evolução. Darwin notou que os Tentilhões diferem pelo formato e tamanho de seus bicos.

A diferença ocorre porque os bicos têm forma e tamanho adaptados ao tipo de alimento encontrado nas ilhas em que os Tentilhões vivem. Trata-se, portanto de um caso em que se verifica a variabilidade de seres decorrente das suas necessidades de adaptação aos ambientes, fator indispensável às suas sobrevivências:

- As populações têm potencial para crescer em progressão geométrica aumentando exponencialmente o número de indivíduos;

- Entretanto isso não acontece: o número de indivíduos de uma mesma espécie, em cada geração, mantém-se aproximadamente constante;

- O não crescimento populacional só pode ser explicado por elevada taxa de mortalidade;

- A mortalidade elevada explica-se pelo fato de os indivíduos não serem iguais entre si. As variações, na maior parte de origem hereditária, podem ou não lhes ser úteis no ambiente onde vivem. Isso representa que alguns se mostram mais capazes do que outros para sobreviver e deixar descendentes;

- Verifica-se uma luta pela sobrevivência que é vencida pelos indivíduos que melhor se adaptem ao meio ambiente;

Em resumo: a natureza seleciona os indivíduos mais aptos. Essa é a Seleção Natural. A seleção natural é conseqüência da sobrevivência dos indivíduos portadores das melhores variações, em relação ao meio que vivem. As variações são hereditárias, acumulando na descendência. Esse acúmulo de variações, ao longo das gerações, se altera chegando a um estagio no qual irá surgir uma nova espécie.

Embora as teorias de Lamarck e Darwin, sejam bastante diferentes, as duas buscam pela explicação da modificação das espécies e podem ser diferenciadas pela ação do ambiente.

Para Lamarck o ambiente é a causa das modificações que ocorrem nos seres vivos. É o ambiente que as provoca. E para Darwin os seres sofrem mudanças que são selecionadas pelo meio ambientes.

O exemplo da girafa esclarece muito bem a diferença entre as teorias. Lamarck, explica que o tamanho do pescoço dela é resultado de um alongamento, função de necessidade para conseguir alimentos em lugares altos. Essa seria a alteração ambiental causando mudanças.

Darwin, explicaria que existem girafas de pescoço curto e outras de pescoço comprido. A mudança ambiental obrigou as girafas a conseguirem alimentos em lugares altos, e favoreceu aquelas do pescoço longo, que se reproduziam com mais facilidade do que a de pescoço curto, que desapareceu. Essa seria a ação do ambiente selecionando os animais com melhores adaptações.

Então, a teoria de Lamarck, apesar de interessante, estava errada, porque não levava em consideração a herança existente entre os indivíduos.



5. Quais fatores levaram ao chamado “Eclipse do Darwinismo” no final do séc. XIX? E como esse “eclipse” foi resolvido?

RESPOSTA: A dificuldade do Darwinismo em explicar o surgimento de novidades foi UM dos pontos que levou a “eclipse do Darwinismo”. Foi um período, no qual, a aceitação das ideias de Darwin estavam em “baixa” entre os cientistas. Uma das dificuldades foi a redescoberta das leis de Mendel. A mutação era importante, enquanto a seleção natural passava a ser um mecanismo desnecessário. Outro fato foi o surgimento do das ideias neolamarckistas e de evolução dirigida (ortogêneses).

Outra curiosidade é que a genética, por ser uma ciência experimental, tinha uma aura mais “científica” do que a história natural tradicional, fazendo do mutacionismo um mecanismo “evolutivo” bastante popular.

A solução do Darwinismo vem com a genética de populações, que mostra, a partir dos anos 20, que a mutação sem seleção natural era insuficiente para explicar a evolução, e que a seleção natural era perfeitamente compatível com as leis de Mendel. A genética de populações disciplina profundamente matemática, também ajuda a devolver à biologia evolutiva um caráter mais “científico”.

6. Pode-se dizer que a Teoria Evolutiva Atual corresponde exatamente ás ideias de Darwin? Elabore um texto que justifique sua resposta.

RESPOSTA:

Darwin sem dúvida foi o fundador da Biologia Evolutiva Moderna, mas como estamos falando de uma Ciência, as Teorias que temos para explicar os fenômenos do mundo natural estão em constante aperfeiçoamento.

Depois de o evolucionismo ter sofrido ataques na época de sua divulgação, inclusive sendo questionado pela genética incipiente, hoje é largamente aceito pela comunidade científica. Foi criado no século XIX e continua sendo válido até hoje. Mesmo depois de 150 anos de teoria evolutiva, continuamos a usar a teoria da seleção natural como base para estudos mais profundos da evolução dos seres vivos no planeta.

A Biologia Evolutiva Moderna é bem diferente em relação às ideias originais de Darwin, embora conserve algumas das ideias originalmente propostas por ele (p. ex. seleção natural como agente que causa o processo de adaptação; ancestralidade comum dos seres vivos).

A partir das descobertas da genética de populações, outros naturalistas tentam reunir exemplos de casos em zoologia (Mayr & Dobzhansky), botânica (Stebbins) e paleontologia (Simpson) para construir uma síntese de ideias sobre evolução moderna. Isso ficou conhecido como “Síntese Evolutiva Moderna” (SEM). Atualmente, uma das grandes dúvidas é se necessitamos de uma “Nova Síntese” ou “Síntese Expandida” para abrigar todos os novos conhecimentos sobre evolução surgidos especialmente desde os anos 1990-2000.


FEEDBACK

Prezado Vilson,

Recebemos seu trabalho da avaliação 1 e estamos enviando este retorno como feedback com algumas considerações sobre as questões (iremos enviar as notas após o fechamento do prazo da atividade e recebimento de todos os alunos).

Sobre a resposta 1, está bem elaborada e resume o entendimento da questão.
A resposta 2 está realmente muito interessante, com uma boa colocação de argumentos e exemplos. Vejo também que você fez uma revisão abrangente sobre o tema, porém utilizou suas palavras para elaborar a resposta, encontrei algumas referência à analogia da maça, porém esta citação faz sentido como está dentro do seu texto.
A resposta da questão 3 une os dois aspectos da questão e ressalta a mudança na visão de mundo a partir da época de Darwin, de uma interpretação religiosa para uma científica.
Na questão 4 você apresenta uma revisão sobre Lamarck e Darwin utilizando textos da Internet. Sabemos que o exercício de comparação é difícil, principalmente quando analisamos conteúdos novos para nós. O objetivo da atividade não foi pedir uma revisão, mas sim que vocês pudessem refletir sobre o que aprenderam com as aulas e textos.
Nesta questão diversos alunos tem demonstrado dificuldade. Para auxiliar na avaliação nestes casos envio uma pergunta complementar que poderá ser brevemente respondida com as suas palavras e enviada com mais prazo:

Para você qual a principal diferença entre as teorias de Lamarck e Darwin?”

Na questão 5 apenas destaco que a chamada síntese evolutiva moderna uniu a evolução com outras áreas da biologia além da genética, como a paleontologia, a botânica e a fisiologia, como você descreve na resposta 6.

OBS:

Se você quiser complementar a questão 4 respondendo a pergunta me envie por mensagem até o dia 6/11.

Atenciosamente

Diego Hepp




segunda-feira, 29 de outubro de 2012

VIAMÃO: PREFEITO ALEX VOLTA ATRÁS E DECRETA ELEIÇÃO DE DIRETORES NAS ESCOLA MUNICIPAIS

PROFESSORES E VEREADORES FAZEM PREFEITO
RECUAR E DECRETAR ELEIÇÃO DE DIRETORES EM VIAMÃO


Na tentativa de apunhalar a educação o Prefeito Alex Boscaini (PT)
volta atrás e assina decreto autorizando eleição
para comunidade escolar escolher seu Diretor


Texto Arruda filho

Desde o início deste ano o prefeito Alex Boscaini(PT) vem tentando com manobras anti-democráticas não permitir que a comunidade escolar escolha o seu Diretor. Em cerca de 40% das escolas municipais de Viamão os Diretores foram indicados pelo atual prefeito, em virtude de que uns pediram demissão e outros que não puderam assumir devido a impugnações sofridas na última eleição. Desta maneira o chefe do executivo optou por nomear os atuais diretores nos cargos em vacância. A secretaria municipal de educação, conivente com a situação, não promoveu novas eleições para suprir os cargos em vacância conforme prevê a lei municipal número 3.675/2009. Há informações que o prefeito não teria realizado novas eleições, nestas escolas, por ter negociado com os Diretores que queriam se manter no cargo, e em troca teriam apoiariam o seu candidato a prefeito, Robson Duarte (PT).

Em virtude dessa negociação o prefeito Alex enviou, no mês de abril, um projeto para a Câmara de Vereadores pretendendo prorrogar os mandatos dos Diretores das escolas municipais até 2013. No projeto, o chefe do executivo justificava que as eleições dos diretores iriam coincidir com as eleições municipais e isso poderia interferir nos pleitos. Os vereadores não caíram na pilha do prefeito e rejeitaram o projeto. Não tomado por vencido o prefeito reenviou uma nova versão do projeto à Câmara com a mesma justificativa, mas os vereadores mantiveram a posição da primeira votação e rejeitaram a prorrogação dos mandatos dos Diretores até 2013.

Na manhã de terça-feira, 16, de outubro, o prefeito numa nova tentativa de apunhalar a educação reuniu as Direções das escolas municipais e por decreto avisou que não iria ser realizada as eleições neste ano.

Os professores ficaram revoltados e procuraram os vereadores Serginho Kumppfer e Dédo denunciando mais uma manobra do prefeito.

“Não vejo essa decisão do prefeito com bons olhos, já que estamos ao longo de vários anos, desde da administração Jorge Chiden (PDT), aperfeiçoando este modelo de gestão que se sustenta no tripé: Conselho Escolar, Recursos Direcionados e Eleição de diretores. Agora o prefeito cogita transferir as eleições para o ano que vem. Não foi isso que construímos com a comunidade escolar”, lembrou Serginho criticando seu próprio governo.

“Se forem verdadeiras as denúncias repassadas pelo vereador Serginho, a Câmara tem que agir com rigor e buscar as respostas”, disse o vereador Nadim (PP). O vereador Dédo (PT) também criticou a manobra do prefeito Alex dizendo que: “Essa decisão do prefeito Alex, em final de mandato, apunhalou de vez a educação municipal em Viamão”.

Como a Câmara de Vereadores convocou o secretário municipal da educação, Gilnei leite, para no legislativodar explicações sobre as denúncias dos professores descontentes com a decisão do executivo.

Então, na tentativa de amenizar a polêmica o prefeito consultou os professores numa assembléia que votaram por realização das eleições para diretores conforma manda a lei que o próprio prefeito criou em 2009. Acatando a vontade popular o prefeito acabou assinando um decreto do executivo instituindo a vontade da comunidade em apontar as pessoas que gostariam que estivessem à frente da gestão de cada escola, incluindo as escolas infantis, que estavam fora do processo eleitoral.

O período para inscrições das chapas será de 5 a 9 de novembro. No dia 19 de novembro será divulgada a listagem dos inscritos. A apresentação das propostas à comunidade é de 21 a 28 de novembro, sendo o dia 29 instituído para a comunidade escolher a sua direção. No dia 3 de dezembro será publicado no site do município o nome dos indicados pela comunidade, sendo a posse instituída ainda no mês de dezembro. Os novos diretores escolhidos pela população poderão ficar no cargo por três anos. “Agora caberá ao novo prefeito acatar o desejo da comunidade ou fazer novas nomeações”, encerra Boscaini, assinando o decreto.

O prefeito numa nova versão justificou seu ato explicando que a eleição de diretores está sendo julgada inconstitucional em todos os municípios, não havendo possibilidade de ser revogada, pois vai de encontro à Constituição Federal.

segunda-feira, 22 de outubro de 2012

HISTOLOGIA AVALIÇÃO VILSON ARRUDA

C:\Documents and Settings\Arruda\Desktop\HISTOLOGIA VILSON ARRUDA.htm



1.Histologia é:
A. ? A ciência que se dedica à investigação da estrutura e funcionamento dos tecidos orgânicos;

B. ? A ciência que se dedica à investigação da estrutura e funcionamento dos tecidos em seres inorgânicos;

C. ? A ciência que se dedica à investigação da estrutura organizacional das células em seres vivos unicelulares.

D. ? É a ciência que estuda as estruturas do conteúdo celular de forma individual.

2.Sobre os tecidos podemos afirmar que:
A. ? Os tecidos orgânicos são definidos como um grupo de células especializadas, de mesma origem embriológica que atuam de forma individual no desempenho de funções específicas

B. ? A maioria dos órgãos é formada por uma combinação de vários tipos de tecidos fundamentais, com exceção do coração.

C. ? Durante o desenvolvimento do embrião, formam-se três folhetos embrionários, a saber: ECTODERME, MESODERME e ENDODERME, que darão origem aos tecidos. fundamentais

D. ? As Bactérias podem se organizar em cadeia e formar um tecido epitelial.

3.Sobre a origem embrionária dos tecidos marque a alternativa ERRADA:

A. ? A origem embrionária do tecido conjuntivo é a mesoderme. O nome conjuntivo se deve as funções desse tecido, que é o preenchimento de espaços e a ligação.

B. ? O tecido epitelial que reveste externamente o corpo tem origem embrionária mesodérmica. É o caso da nossa epiderme.

C. ? A origem embrionária do tecido nervoso é na ectoderme, e se localiza na região dorsal.

D. ? O tecido muscular é de origem embrionária mesodérmica

4.O tecido epitelial é caracterizado por apresentar células aderidas umas as outras. Essa dinâmica celular permite ao tecido a realização de importantes funções ao organismo. Qual das alternativas abaixo apresenta algumas das principais funções desempenhadas pelo tecido epitelial?

A. ? Percepção de sensações e preenchimento

B. ? Preenchimento e revestimento

C. ? Condução de impulsos e proteção

D. ? Revestimento e condução de impulsos

5.Com relação ao tecido epitelial, analise os itens I, II e III e assinale a alternativa correta:

I - Possui células justapostas, com pouca ou nenhuma substância intercelular.

II - Desempenha as funções de proteção, revestimento e secreção.

III - É rico em vasos sanguíneos, por onde chegam o oxigenio e os nutrientes.

A. ? Somente I e III são verdadeiros;

B. ? Somente II e III são verdadeiros;

C. ? Somente I e II são verdadeiros;

D. ? Somente um deles é verdadeiro.

6.O tecido epitelial, como regra, não pé percorrido por vasos sanguíneos. Como, então, suas células são alimentadas?

A. ? Osmose

B. ? Difusão simples

C. ? Pinocitose

D. ? Fagocitose

7.Tecido formado por uma ou mais camadas celulares, sem vascularização, com pouquíssima substância intercelular, muitas estruturas de adesão das células, podendo ter função de absorção ou secreção. A descrição se refere ao tecido:

A. ? Cartilaginoso

B. ? Muscular

C. ? Nervoso

D. ? Epitelial

8.Para amenizar rugas e vincos na pele sem intervenção do bisturi, os médicos contam com algumas substâncias como o colágeno, o silicone e os ácidos (Restylane e afins), que apresentam atividade fraca quando aplicadas na pele por uso externo, mas mostram bons resultados quando injetadas na derme. Assinale a alternativa que apresenta a explicação correta.

A. ? A derme é a camada mais externa da pele, e sua localização facilita a atuação das substâncias, que vão atuar no tecido epitelial.

B. ? A derme, composta de tecido conjuntivo, é quem confere elasticidade e resistência à pele, e a aplicação interna dessas substâncias atua no preenchimento dos locais falhos.

C. ? A perfeita união entre as células epiteliais faz com que o epitélio seja totalmente impermeável à água e a essas substâncias.

D. ? As substâncias, quando aplicadas pelo uso externo, estimulam a duplicação das camadas do tecido epitelial da derme, mas a camada de queratina não permite que atuem na derme.

9.A ozonosfera é uma das principais barreiras de proteção contra a excessiva radiação ultravioleta que traz sérios prejuízos aos seres vivos. Em relação à pele humana, é correto afirmar que a incidência excessiva dos raios Ultra Violeta (UV) agride as células podendo provocar alterações genéticas com danos profundos na:

A. ? Endoderme, camada mais interna da pele.

B. ? Hipoderme, camada localizada após a epiderme

C. ? Epiderme, camada superficial da pele.

D. ? Mesoderme, camada abaixo da endoderme.

10.O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma desordenada. A maioria dos cânceres de mama acomete as células dos ductos das mamas. Por isso, o câncer de mama mais comum se chama Carcinoma Ductal. Sobre essa questão marque as alternativas CORRETAS.

A. ? O câncer de mama ocorre quando as células deste órgão passam a se dividir e se reproduzir muito rápido e de forma desordenada.

B. ? Os cânceres que começam nos lóbulos da mama são chamados de Carcinoma Lobular e são menos comuns que o primeiro. Este tipo de câncer muito frequentemente acomete as duas mamas. O Carcinoma Inflamatório de mama é um câncer mais raro e normalmente se apresenta de forma agressiva, comprometendo toda a mama, deixando-a vermelha, inchada e quente.

C. ? O diagnóstico: A mamografia é um raio x das mamas. Este exame também é feito para detecção precoce do câncer quando a mulher faz o exame mesmo sem ter nenhum sintoma.

D. ? O tratamento pode ser por:

Radioterapia é o tratamento que se faz aplicando raios para eliminar qualquer célula que tenha sobrado no local da cirurgia que por ser tão pequena não foi localizada pelo cirurgião nem pelo patologista.

A Quimioterapia é o uso de medicamentos, geralmente intravenosos, que matam células malignas circulantes.

11.A radiação solar pode provocar alterações irreversíveis dentro das células da pele. A pele é o maior órgão do corpo humano, revestindo toda sua superfície e protegendo as pesssoas contra as radiações solares, particularmente os raios ultravioletas que queimam e destroem as células. Sobre esse assunto, assinale as alternativas CORRETAS:

A. ? Usar um creme de filtro solar não é importante para prevenir tanto o envelhecimento precoce, quanto a doença de câncer de pele, mesmo em dias quentes mas nublados.

B. ? Nas pessoas de pele clara a quantidade de melanina que protege contra os raios ultra-violetas é menor do que nas pessoas de pele escura.

C. ? As pessoas após o horário das 10 horas não devem se expor aos raios solares sem antes passar um creme de proteção solar com fator específico indicado para cada tipo de pele.

D. ? As crianças, que têm a pele mais sensível, não devem tomar sol depois das 10h. A partir dos 6 meses de idade, o uso de protetor solar já é permitido. Manter os pequenos de boné e camiseta também é importante.

12.As causas mais frequentes das queimaduras são a chama de fogo, o contato com água fervente ou outros líduidos que pode compremeter a Epiderme e Derme, com ou sem dor.

Constitui conduta INCORRETA ao atender uma pessoa que sofreu queimaduras na pele::

A. ? Resfriar a área queimada com água corrente para auxiliar no combate à dor. Se não tiver assesso a água corrente (chuveiro ou torneira), use uma jarra para derramar suavemente a água sobre o local ferido.

B. ? Usar gelo para resfriar o local lesado, com finalidade de reduzir a dor.

C. ? Chamar imediatamente uma ambulância (SAMU) para remover ao hospital o paciente queimado.

D. ? Não aplique nenhum tipo de pomada, pó de café, manteiga, oléo, pasta de dente sobre o ferimento, pois podem grudar na pele e agravar o ferimento..

13.Marque a alternantiva correta: As queimaduras de acordo com a profundidade da lesão na pele são classificadas em três graus (primeiro, segundo e terceiro grau).As queimaduras de primeiro grau podem:

A. ? Comprometer totalmente a epiderme e parcialmente a derme da pele, e a cicatrização é mais lenta, (2 - 4 semanas).

B. ? Destruir todas as camadas da pele atingindo o subcutâneo. Eventualmente, pode cicatrizar.

C. ? Levar a morte do paciente em poucos minutos.

D. ? Comprometer somente a epiderme e não há formação de bolhas, e regride sem deixar cicatriz

14.O Herpes é uma doença muito comum no nosso meio. Pode ser causado por vírus do tipo HSV-1 no Herpes Simples da face e tronco, HSV-2 no Herpes Simples genital e VZV (Varicela zoster vírus) no Herpes Zoster”, explica a dermatologista Juliana Muggiati Sípoli. Marque a alternativa correta:

A. ? A transmissão (contágio) se dá pelo contato direto das lesões com a pele ou a mucosa de uma pessoa não infectada. O vírus de herpes humano pode permanecer latente no organismo e provocar recidivas de tempos em tempos.

B. ? A irrupção das lesões cutâneas – pequenas bolhas cheias de líquido claro ou amarelado que formam crostas quando se rompem – é precedida por alguns sintomas locais como coceira, ardor, agulhadas, formigamento e que desaparecem em uma semana aproximadamente.

C. ? A transmissão se dá pelo contato direto das lesões com a pele ou a mucosa de uma pessoa não infectada. O vírus de herpes humano pode permanecer latente no organismo e provocar recidivas de tempos em tempos.

D. ? Consulte um médico se suspeitar que está com herpes.


sábado, 20 de outubro de 2012

OBJETO DE APRENDIZAGEM: IMPORTÂNCIA DE LER OS RÓTULOS NAS EMBALAGENS DOS ALIMENTOS



video
UNIVERSIDADE FEDERAL DO RIO GRANDE DO SUL
DISCIPLINA:  DE SEMINÁRIO INTEGRADOR
OBJETO DE APRENDIZAGEM
CURSO DE LICENCIATURA EM CIÊNCIAS E  BIOLOGIA
Projeto TCC - 2012
ACADÊMICO: VILSON ARRUDA

LO é a sigla que pode transformar para melhor a forma de ensino-aprendizagem em sala de aula. Abreviatura de “learning objects” ou, em português, objetos de aprendizagem, a tecnologia já possui boas iniciativas nessa área em escolas do Brasil e do mundo, com resultados promissores.


A boa notícia é: professores continuam sendo os protagonistas. Nada de substituí-los por máquinas nem relegá-los a papéis coadjuvantes. Ao contrário, com os objetos de aprendizagem os docentes passam a ter uma ferramenta poderosíssima para transformar o aprendizado em um grande prazer para os alunos.
objetos de aprendizagem "são recursos digitais dinâmicos, interativos e reutilizáveis em diferentes ambientes de aprendizagem elaborados a partir de uma base tecnológica. Desenvolvidos com fins educacionais, eles cobrem diversas modalidades de ensino: presencial, híbrida ou a distância; diversos campos de atuação: educação formal, corporativa ou informal; e, devem reunir várias características, como durabilidade, facilidade para atualização, flexibilidade, interoperabilidade, modularidade, portabilidade, entre outras. Eles ainda apresentam-se como unidades autoconsistentes de pequena extensão e fácil manipulação, passíveis de combinação com outros objetos educacionais ou qualquer outra mídia digital (vídeos, imagens, áudios, textos, gráficos, tabelas, tutoriais, aplicações, mapas, jogos educacionais, animações, infográficos, páginas web) por meio da hiperligação. Além disso, um objeto de aprendizagem pode ter usos variados, seu conteúdo pode ser alterado ou reagregado, e ainda ter sua interface e seu layout modificado para ser adaptado a outros módulos ou cursos.
Os objetos de aprendizagem auxiliam na aprendizagem, ainda, no sentido de promover a criatividade por meio da utilização de diversas mídias: jogos, vídeos, simulações e etc. Agregando, dessa forma, maior significado ao aluno, uma vez que instigam a combinação de texto e imagem. A complementariedade de informações e recursos por meio de um ambiente colaborativo requer flexibilidade conjuntamente, principalmente, com a inovação de seus agentes.

Para que um objeto de aprendizagem possa ser recuperado e reutilizado, é preciso que esse objeto seja devidamente indexado (preenchimento dos metadados) e armazenado em um repositório. Contudo o preenchimento de metadados ainda é o gargalo no desenvolvimento dos OAs e um fator desestimulante de sua criação. Isto porque a indexação é um processo muito trabalhoso e que demanda muito tempo. Além disso, muitos criadores de OAs e indexadores têm dúvidas sobre com que valores preencher os metadados ou há interpretações diferentes sobre os valores a serem fornecidos. Os resultados são metadados incompletos, com valores ambíguos ou semanticamente inconsistentes, o que acaba por prejudicar a recuperação e, consequentemente, a reutilização dos OAs.

terça-feira, 16 de outubro de 2012

FESTA DE SANTA TEREZINHA NO CAPÃO DA PORTEIRA/VIAMÃO 2012

FESTA SANTA TEREZINHA NO CAPÃO DA PORTEIRA


A festa em homenagem a Santa Terezinha foi marcada pela presença de centenas de fieis, presença do Bispo Dom Jaime (Arquidiocese de Porto Alegre), sol radiante e vento norte soprando nos campos verdejantes do Capão da Porteira distrito de Viamão/RS. Os festejos iniciaram no sábado,13, com um movimentado Show Bingo. No domingo, 14,pela manhã houve a tradicional missa. Ao meio-dia, churrasco. Á noite as festividades encerraram com o show animado da dupla Juliam e Juliano.




GOVERNADOR TARSO FERE EDUCADORES NO PEITO

Governador Tarso desrespeita mais uma vez os educadores!


Segundo o CPERGS/Sindicato, ao anunciar o envio do projeto de reajuste salarial para a Assembleia Legislativa em regime de urgência, o governo Tarso Genro comete dois crimes: um contra a categoria, que foi iludida e enganada com a promessa do pagamento do piso salarial; e outro contra a democracia, pois mesmo que a primeira parcela de sua proposta seja para o distante mês de maio, coloca em regime de urgência para tentar impedir o debate e a apreciação da categoria em assembleia geral marcada para o dia 9 de março.

Tarso Genro deixa clara a sua opção de massacrar os educadores e governar para as elites. Afinal de contas, o governo tem anunciado seus excelentes resultados econômicos e a consequente ampliação de benesses para o empresariado. Enquanto para professores e funcionários de escola apresenta uma proposta salarial insuficiente e mentirosa, cujo reajuste médio em 2012 não será maior do que 7%!

Comprando páginas inteiras dos jornais da Capital e do Interior para tentar consolidar suas mentiras o governo pensa que irá iludir a categoria. Mas os educadores já não se enganam mais. Mesmo vivendo uma situação de miséria, a categoria sabe que ao tentar aprovar esta proposta em regime de urgência o que o governo quer é fugir da negociação proposta pelo CPERS/Sindicato para o pagamento do piso.

Neste sentido, a direção do sindicato reafirma a decisão do Conselho Geral de debater com os educadores e com a sociedade a proposta de calendário de pagamento do piso para ser negociada com o governo após a assembléia geral do dia 9 de março.

Contra o autoritarismo e a covardia de quem governa por decretos e com projetos em regime de urgência visando exclusivamente impedir o debate (inclusive no Legislativo) e desconta salário de quem luta por seus direitos, a direção do CPERS/Sindicato dispensará o mesmo tratamento que dispensou a outros governos que atacaram os nossos direitos.

DIREÇÃO DO CPERS/SINDICATO

VIAMÃO: PREFEITURA TERÁ´PAGO HORA-EXTRA INDEVIDA PARA COMPANHEIROS DO PT

HORA-EXTRA INDEVIDA PARA COMPANHEIROS DO PT


Desgoverno e conluio são apontados como requisitos para suposto pagamento indevido de adicional noturno e hora-extra.

A transparência parece que não é um requisito ético da Direção do Departamento de Vigilância pública na Prefeitura de Viamão. Uma Comissão de Funcionários do Município entregou ao vereador Joãozinho da Saúde (PMDB) um dossiê denunciando que alguns vigilantes da Prefeitura de Viamão têm recebido, supostamente, de forma ilegal uma enorme quantidade de horas-extras, sem terem realizadas essas horas suplementares. No pacote de denúncias consta que há casos de funcionários que estão atuando em desvio de função em outros departamentos da prefeitura, com autorização do prefeito Alex Boscaini (PT), e vem recebendo esses benefícios de forma não legal.

No documento que a Comissão entregou ao vereador consta uma lista oficial de efetividade da secretaria municipal da administração, e assinada pelo ex-secretário, Jussemar da Silva (PT), e rubricada pelo Diretor do Departamento de Vigilância, Hélio Duarte. Na planilha de efetividade consta o pagamento em excesso de horas-extras e de adicionais noturnos sem que os vigilantes denunciados tenham realizado essas horas, após o horário do expediente ou trabalhado em horário noturno.

A Comissão questiona que, neste caso, o dinheiro público dos contribuintes de Viamão está sendo gasto de forma indevida e gerando custos adicionais para a secretaria municipal da fazenda. Eles, inclusive, avisam que irão fazer a denúncia no Ministério Público (MP).

A denúncia do pagamento de horas-horas ilegal veio a público na sessão legislativa, no dia 12, quando o vereador Joãozinho (PMDB) divulgou na tribuna da Câmara de Vereadores uma lista com os nomes dos funcionários municipais que receberam ilegalmente o pagamento.. “O que me espanta é o fato de quem recebe a hora-extra, ilegal, são os companheiros do PT”, disse o vereador.

O artigo 59º da Consolidação das Leis Trabalhistas (CLT) diz que todo o funcionário tem direito a receber um adicional de no mínimo 50% sobre o valor da hora normal, caso o trabalho seja efetuado de segunda a sábado e de 100% aos domingos e feriados, e mais os valores dos adicionais noturnos se realmente o funcionário trabalhou, respectivamente, após a jornada de trabalho ou no turno da noite. “A lei manda pagar os benefícios somente para quem realmente faz as horas-extras. Mas pelo que verifiquei muitos tem recebido sem ter o direito no pagamento”, observa Joãozinho.

Analisando a denúncia o vereador reforça que constatou uma série de irregularidades, entre elas, observou na listagem do mês de abril, em anexo, ao dossiê, o nome da vigilante petista, Leonise Michele Pereira, que, inclusive, está em desvio de função na secretaria municipal de desenvolvimento econômico (SMDE), e atuando conforme planilha no horário diurno, das 07 h às 19 horas, como Coordenadora da Feira Solidária. “Se a Coordenadora da Feira Solidária, em desvio de função, trabalha de dia na SMDE, e cumpre horas relógio de 8 horas/dia, como pode, então, receber de forma padronizada, todos os meses, 56 horas-extras a 50% e 36 horas a 100%? questiona Joãozinho. “Isso cheira a maracutaia”, exclama o vereador. O vereador explica que a vigilante coordenadora da Feira Solidária trabalha na SMDE das 8h30min às 17 horas e não cumpre às doze horas como consta na planilha de efetividade da vigilância.

Na lista da efetividade consta também o caso do vigilante, Gilmar da Silva Pereira, que recebeu na folha de abril e maio uma quantia de 105 horas de adicional noturno, mas trabalha somente durante o dia, gerenciando a guarda municipal no entorno da praça da prefeitura, no centro da cidade.

O vereador relata que a Comissão denunciante questiona também os casos dos vigilantes Alexandre Farias Valejo (não filiado ao PT), Clóvis Miguel da Silva Oliveira e Luiz da Cruz Rodrigues que recebem, mensalmente, 175 horas de adicional noturno de forma padronizada na efetividade, rubricada pelo Diretor, Hélio Duarte (PT), e assinada pelo secretário da administração Jussemar da Silva(PT). “Isso é uma conta difícil de entender, pois mesmo eles trabalhando no mês cheio, 30 dias, não é possível completar essa carga de adicional noturno. Será que o prefeito não sabe fazer conta?”, conclui Joãozinho.

Outro fato que causa estranha a Comissão denunciante é o fato de o vigilante Leandro Chicon Pereira ter recebido no retorno das férias 40 horas-extras a 50% e 09 horas-extras a 100%, como consta na folha de efetividade da secretaria da administração. “Esse fato é estranho por que qualquer vigilante em retorno de férias atinge no máximo 20 horas a 50%, enquanto o funcionário especificado recebeu, ilegalmente, 40 horas”, argumenta o vereador. Quem pode explicar esse descontrole na folha de pagamento da prefeitura? pergunta Joãozinho. “Isso é um caso específico de livro-ponto amigo”, afirma o vereador.

Para verificar, realmente, se há outros casos de pagamento indevido de horas-extras e adicional noturno, em outras secretarias do governo municipal, o vereador Joãozinho encaminhou ao prefeito Alex Boscaini (PT) um pedido de informações em caráter urgente. O prefeito tem 15 dias para responder a solicitação, sob pena de improbidade administrativa.



segunda-feira, 15 de outubro de 2012

VALDIR BONATTO (PSDB) ELEITO EM VIAMÃO- 2012


"A sociedade viamonense voltará a viver, a participar, a se apaixonar e a ajudar a transformar nossa cidade",
Bonatto.

Na última terça-feira (09) a reportagem do Sexta conversou com o novo prefeito eleito de Viamão, Professor Valdir Bonatto (PSDB). Ele, junto com seu vice André Pacheco (PMDB) receberam 43.283 votos (38,21%). "Queremos implantar um atendimento de verdade para a população de Viamão. Um posto de saúde 24h de qualidade no 4º e outro, também 24h, no 8º Distrito. Vamos fazer um convenio com o nosso Hospital de Viamão que atenda efetivamente a demanda de nossa população" . . . TEXTO: DANIEL JAEGER - JORNAL SEXTA VIAMÃO
Aos 52 anos de idade, o Professor Valdir Bonatto, diretor e proprietário de uma das maiores redes de ensino de Viamão, o Centro de Ensino Santa Isabel (CESI), está, possívelmente, passando pelo seu melhor momento político e pessoal.


Formado professor, pedagogo, pós-graduado em Orientação Educacional e também com Especialização em Administração Escolar, ela foi eleito no último domingo o novo prefeito de Viamão, alcançando 43.283 votos (38,21%)

Casado com Sabrina Figueiredo, pai de 3 filhos. Nascido em 18 de setembro de 1960, na cidade de Xanxerê em Santa Catarina, foi seminarista em Viamão.

Iniciou seus estudos na extinta FAFIMC (onde hoje é a PUC/Viamão) onde, após trocar de curso e deixar o seminário, formou-se em Pedagogia. Ingressou no serviço público municipal como professor e foi diretor na Escola São Pedro.

Militante político, candidatou-se e foi eleito vereador em 1992.

Depis disso Bonatto foi cuidar de seus negócios e se transformou-se em um dos maiores e mais bem sucedidos empresários de nossa cidade.

Na tarde da última terça-feira Bonatto conversou com a reportagem do Sexta. Em uma conversa franca, falou sobre tudo. Secretariado, principais objetivos e metas entre outras coisas.

Afirmou que a partir do dia 10 de novembro, iniciará uma série de encontros com a sociedade organizada da cidade, entidades e principalmente o funcionalismo municipal. O resultados destas reuniões poderá ser visto já no dia 1º de janeiro.

"Acredito que já no dia 1º de janeiro, já teremos alguns atos administrativo, não sabemos quais, mas possivelmente teremos estes atos já no primeiro dia de governo", afirma o prefeito.

Como todo viamonense está cansado de saber, a nossa saúde não tem atendimento efetivo. Bonatto confirma que este será um dos primeiros temas a ser atacado no início do governo:

"Queremos implantar um atendimento de verdade para a população de Viamão. Um posto de saúde 24h de qualidade no 4º e outro, também 24h, no 8º Distrito. Vamos fazer um convenio com o nosso Hospital de Viamão que atenda efetivamente a demanda de nossa população".

Outro ponto que chama a atenção é a vontade de Bonato de Municipalizar a saúde da cidade de Viamão:

"Queremos ter o controle real da situação. Para definir as políticas e poder discutir estas políticas com o Estado e também com a iniciativa privada. Vamos mapear as demandas para apresentar um atendimento de qualidade".

Outro ponto muito difundido na campanha eleitoral por Bonatto, e que para ele parece ser uma obstinação, é o desenvolvimento da cidade. Segundo ele tudo será preparado para que isso aconteça:

"Logo após estas ações na saúde, queremos colocar em prática nosso plano de desenvolvimento. Criar mecanismos e para que isto aconteça. Queremos valorizar as empresas e os empreendimentos já existentes e abrir a possibilidade para os que queiram se instalar em nossa cidade sejam auxiliados", explica.

SECRETARIADO -

Segundo Bonatto, em dezembro ele começará a trabalhar nomes. Os nomes serão de pessoas que serão agentes políticos e agentes administrativos com capacidade de dar conta da demanda de cada pasta:

"Os nomes serão tratados de forma bem transparente e tranquila, com publicidade na mídia assim que forem escolhidos. Não serão apenas pessoas designadas pelo prefeito. Serão pessoas com competência, com metas e objetivos traçados de acordo com nosso plano para a cidade. Não sabemos ainda se criaremos ou estinguiremos alguma pasta ou diretoria. Queremos sim, reorganizar a máquina pública para que ela alavanque o nosso projeto maior de Desenvolvimento. Como nossa coligação foi montada sem o loteamento de cargos, os viamonenses podem ter certeza de que ela não estará a serviço de partidos políticos, e sim a serviço do plano de desenvolvimento", promete Bonatto.

Os boatos na cidade são grandes, de que nomes antigos da política viamonense seriam secretários de Bonatto, como Sarico, Paulo Gilberto e Valmir Moura. Segundo ele esta parte é muito fácil de resolver:

"Nenhum destes nomes que tu citaste deverão ser secretários, por um simples motivo. Eles mesmo não querem participar. Eles nos apoiaram para ajudar a nos eleger e a gente comandar a cidade com seriedade. Mesmo que eu queira convidar eles para participar, eles não aceitarão", conta Bonatto.

Finalizando a entrevista, Bonatto apenas agradeceu ao povo de Viamão:

"Gostaria de agradecer a toda sociedade de Viamão. O povo estava cansado, desacreditado da política e dos políticos, e o voto depositado em mim e no André Pacheco, será de orgulho para todos. A sociedade viamonense voltará a viver, a participar, a se apaixonar e a ajudar a transformar nossa cidade num lugar melhor para todos. O nosso muito obrigado a todos do fundo dos nossos corações e contamos com todos neste novo desafio", finalizou o Professor Bonatto, novo prefeito de Viamão

segunda-feira, 8 de outubro de 2012

VENTOS E LISBOA 06

VENTOS DE LISBOA 06


Homenagem a Cycério Morem Peixoto, o mais português dos viamonenses

Por Haroldo de Oliveira Franco/Viamão/RS

Da Praça do Comércio, pode-se seguir pela Avenida Ribeira das Naus, que margeia o Tejo (à pé) até a Praça Duque da Terceira, que fica bem em frente ao Cais do Sodré(que eles chamam de caichodré) e de costas para o monumento do Duque subir a Rua do Alecrim, até encontrar a Rua Garret nesta esquina você estará entre o Bairro alto e o Chiado, dois locais importantíssimos e para serem visitados diversas vezes pois guardam além da Confeitaria Brasileira, a mais antiga de Lisboa, com a imagem de Fernando Pessoa sentado à uma de suas mesas colocadas na rua,a igreja dos italianos,um variado comércio, a praça Luis de Camões,muita gente que vai e vem curtindo a Capital. Principalmente no Bairro Alto encontram-se excelentes restaurantes como é o caso do Alfaia, magistralmente dirigido pelo Maître Pedro e seu fiel escudeiro, o brasileiro Junior.Conhecedor profundo de vinhos, Pedro nos remete as mais tradicionais bodegas portuguesas.

Na verdade o Chiado e o Bairro Alto, são lugares para serem curtidos todas as noites de for do agrado do visitante, pois reúne toda a gama de notívagos, damas da noite, grupos e mais grupos de turistas e para todo aquele que procura o requinte de um bom lugar para jantar em Lisboa.

Pela Garret, seguindo em sentido oposto a Praça Luis de Camões, se está pertíssimo do Elevador de Santa Justa, um estranho aparato de metal, em estilo neogótico, construído por Raoul Mesnier Du Ponsard, muito influenciado por Eiffel, donde se pode descortinar um belo trecho da Capital Luzitana e ainda ter a vista para o mosteiro, em ruínas, das Carmelitas Descalças.Descendo-se pelo elevador, chega-se a Rua Aurea, e seguindo-se pela Rua Santa Justa, cruza-se , ainda , pelas Ruas dos Sapateitos, Augusta , dos Correeiros, da Prata dos Douradores e por fim a rua dos Fanqueiros (nada a ver com o Funk).

Pela Rua da Madalena, quando cruza com a da Conceição, quebrando-se à esquerda, podemos começar a subida para o Castelo de São Jorge, com passagem pelo local onde estava a casa onde nasceu e se criou o Santo Antônio de Lisboa, futuramente, de Pádua.O nosso tão conhecido santo casamenteiro e localizador de objetos perdidos.

O Castelo de São Jorge, uma fortaleza toda de pedra, que foi ocupada por romanos, visigodos e mouros, antes da chegada dos primeiros soberanos portugueses.Imponente e sólido, domina Lisboa do alto. Lindo parque, com espécies raras trazidas do Brasil e uma linda vista para a cidade e o Tejo.Daqueles lugares onde todos se reúnem para ver o mais lindo por do sol do mundo, como é o de Porto Alegre,Brasilia,Florianópolis,Paris, e outro dia li sobre o lindissimo por do sol de Nova Iorque(???)

Uma boa maneira de chegar ao Castelo de São Jorge é tomando o bonde no. 28,que é famoso por fazer um longo trajeto pela cidade, chegando até as portas do Castelo.

Uma vez visitado , pegue a rua da Costa do Castelo, a Rua da Saudade e como é sempre a descer, deixe-se levar pelas vielas do Bairro de Alfama até a Casa dos Bicos e bairo onde se canta o trágico e muito chato Fado.Alfama merece uma boa visita, pois traz no seu bojo uma parte muito antiga de Lisboa e que nos apresenta muitos e bons restaurantes para, mais uma vez, comer o precioso bacalhau a qualquer coisa, que sempre é bom.

No mais, o centro da cidade, ou a sua parte mais histórica, é lugar para se passear despreocupadamente , parando aqui e ali, para um gelado ou uma cervejinha Sagres.Comprar alguma peça de vestuário que são baratas e de boa qualidade, ou um souvenir, se é que você tem tempo de lembrar dos amigos que deixou no Brasil.

Por fim, de forma nenhuma, deixar de visitar o Parque das Nações que nasceu às margens do Tejo para abrigar a Expo 98, futurista, contrasta com a velha Lisboa e ainda nos dá de lambuja a possibilidade de admirar a Estação do Oriente, criada pelo arquiteto espanhol Santiago Calatrava (vide suas obras na internet), do qual me extasiei ente suas obras em Montreal e Valencia.Um gênio, que foi sondado para reurbanizar o porto do Rio de Janeiro.

VIAMÃO: RESULTADOS DAS ELEIÇÕES 2012

PREFEITO

Seq. Núm. Candidato Partido/Coligação Votação % Válidos


ZONA 0059

0001* 45 BONATTO PSDB - PP / PMDB / PV / PSDB / PSD 22.528 39,26%

2 13 ROBSON PT - PRB / PDT / PT / PTB / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC / PPL / PT do B 19.267 33,58%

3 50 ROMER PSOL 8.028 13,99%

4 40 GERALDINHO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 7.555 13,17%

ZONA 0072

0001* 45 BONATTO PSDB - PP / PMDB / PV / PSDB / PSD 20.755 37,13%

2 13 ROBSON PT - PRB / PDT / PT / PTB / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC / PPL / PT do B 20.347 36,40%

3 40 GERALDINHO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 9.317 16,67%

4 50 ROMER PSOL 5.485 9,81%










VEREADORES

Seq. Núm. Candidato Partido/Coligação      Votação % Válidos


ZONA 0059

0001* 13456 MANINHO PT - PRB / PT / PR  - 2.258  - 3,74%

0002* 11234 NADIM PP 2.008 3,33%

0003* 40106 DILAMAR PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 1.721 2,85%

0004* 15015 RUSSINHO PMDB 1.573 2,61%

0005* 13013 DÉDO PT - PRB / PT / PR 1.242 2,06%

0006* 13300 RIDI PT - PRB / PT / PR 1.083 1,80%

0007* 10300 XANDÃO GOMES PRB - PRB / PT / PR 923 1,53%

0008* 13100 SERGINHO PT - PRB / PT / PR 921 1,53%

0009* 14555 ERALDO ROGGIA PTB - PTB / PPL 913 1,51%

0010* 13040 ZILMAR ROCHA PT - PRB / PT / PR 855 1,42%

0011* 15191 JOÃOZINHO DA SAÚDE PMDB 823 1,36%

0012* 14714 GUGUZINHO PTB - PTB / PPL 765 1,27%

0013* 50007 AUGUSTÃO PSOL 587 0,97%

0014* 13123 ARMANDO PT - PRB / PT / PR 568 0,94%

0015* 12345 EDA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 532 0,88%

0016* 45999 PLINIO TIQUINO PSDB - PV / PSDB 482 0,80%

0017* 40100 PROF. JEFFERSON PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 337 0,56%

0018* 14789 LECO PTB - PTB / PPL 240 0,40%

0019* 40610 LEANDRO AGUIRRE PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 223 0,37%

0020* 15615 CARLOS BENNECH PMDB 202 0,33%

0021* 43333 ZÉ DO PV PV - PV / PSDB 70 0,12%

22 11609 CANELINHA FILHO PP 1.213 2,01%

23 15000 DESPACHANTE BORORÓ PMDB 1.107 1,84%

24 11555 BELAMAR PINHEIRO PP 1.028 1,70%

25 13118 PROFESSOR JUSSEMAR PT - PRB / PT / PR 906 1,50%

26 13666 ADÃOZINHO PT - PRB / PT / PR 860 1,43%

27 13000 RONALDO RIBEIRO PT - PRB / PT / PR 859 1,42%

28 11100 AILTON MACHADO PP 714 1,18%

29 14144 KIKO PTB - PTB / PPL 714 1,18%

30 14000 EUGÊNIO DE FREITAS PTB - PTB / PPL 675 1,12%

31 22222 KATOFA PR - PRB / PT / PR 647 1,07%

32 22000 VITOR MARILEU PR - PRB / PT / PR 637 1,06%

33 14696 NELSON SOUZA PTB - PTB / PPL 594 0,98%

34 12600 PARREIRA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 578 0,96%

35 14699 JORGE BATISTA PTB - PTB / PPL 560 0,93%

36 40000 ZECA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 553 0,92%

37 13485 ESTELA VILANOVA PT - PRB / PT / PR 525 0,87%

38 13147 GERALDO OLIVEIRA PT - PRB / PT / PR 520 0,86%

39 13345 AGUIAR PT - PRB / PT / PR 497 0,82%

40 50406 DÍCA PSOL 494 0,82%

41 11600 CÉZAR PP 490 0,81%

42 13580 PAULO PILLO PT - PRB / PT / PR 480 0,80%

43 12212 BRUNA GARCIA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 472 0,78%

44 45211 RONALD PSDB - PV / PSDB 468 0,78%

45 15999 MIRO BRAGA PMDB 463 0,77%

46 50000 PEDRO CIARLO PSOL 453 0,75%

47 13654 TAMPINHA PT - PRB / PT / PR 450 0,75%

48 14660 MOBI PTB - PTB / PPL 439 0,73%

49 13789 WILLIAM PT - PRB / PT / PR 436 0,72%

50 13900 RAILDO PT - PRB / PT / PR 422 0,70%

51 15634 ANTONIO GUTIERRES PMDB 407 0,67%

52 15888 ARAGONÊS DA CORSAN PMDB 397 0,66%

53 13155 ADÃO PRETTO FILHO PT - PRB / PT / PR 378 0,63%

54 14777 CHICO GUTIERRES PTB - PTB / PPL 354 0,59%

55 14120 PASTORA LUCIA PTB - PTB / PPL 345 0,57%

56 14345 GILMAR O SEU MOTORISTA PTB - PTB / PPL 338 0,56%

57 12222 JAJA DA VAP PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 334 0,55%

58 50166 DR. NAVARRO PSOL 327 0,54%

59 13699 BELINI PT - PRB / PT / PR 315 0,52%

60 23123 JUAREZ DE SOUZA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 310 0,51%

61 13333 BRAULIO PT - PRB / PT / PR 293 0,49%

62 40888 JUAREZ FANTINEL PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 292 0,48%

63 40699 MILTON JADER PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 292 0,48%

64 15545 LUIZ BARBAROTI PMDB 291 0,48%

65 14014 SINARA KUHN PTB - PTB / PPL 288 0,48%

66 11444 DR BELMAR PP 285 0,47%

67 14258 DRA. MARGARETH PTB - PTB / PPL 285 0,47%

68 15535 VILSON VILA PMDB 252 0,42%

69 28028 PAULO DO SOPÃO PRTB - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 250 0,41%

70 13113 VAGNER DO MATIZES PT - PRB / PT / PR 248 0,41%

71 50433 CHAMACO PSOL 245 0,41%

72 45045 CLAUDIO MARTINS PSDB - PV / PSDB 240 0,40%

73 12555 SERGIO CARVALHO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 233 0,39%

74 45333 JOÃO DA ONG PSDB - PV / PSDB 232 0,38%

75 43100 PROF. JEFERSON DE SOUZA PV - PV / PSDB 223 0,37%

76 11615 VALDIR DO ET PP 219 0,36%

77 40400 SIDNEI PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 218 0,36%

78 14100 PORTINHO PTB - PTB / PPL 206 0,34%

79 45455 ALEXANDRE LOPES PSDB - PV / PSDB 205 0,34%

80 11244 ALEMÃO GIOVANI PP 205 0,34%

81 13012 ALVAREZ PT - PRB / PT / PR 203 0,34%

82 14400 LUIZ WAILER PTB - PTB / PPL 201 0,33%

83 45123 EVANDRO RODRIGUES PSDB - PV / PSDB 199 0,33%

84 13005 RENILDA PT - PRB / PT / PR 197 0,33%

85 45645 KADU PSDB - PV / PSDB 175 0,29%

86 40123 LUCIANINHO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 163 0,27%

87 50451 GUINHO PSOL 157 0,26%

88 15555 DRª GILDA CORRÊA PMDB 156 0,26%

89 14470 RONALDO MENDONÇA PTB - PTB / PPL 155 0,26%

90 11111 JORGE ORTIZ PP 154 0,26%

91 50105 DANIELA PSOL 154 0,26%

92 14005 CLEIDER PTB - PTB / PPL 153 0,25%

93 44000 KANIDIA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 152 0,25%

94 31190 MATEUS MARQUES PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 146 0,24%

95 14007 CELSO RANGEL PTB - PTB / PPL 145 0,24%

96 13625 SANDRINHO PT - PRB / PT / PR 145 0,24%

97 11225 VALTER PERON PP 141 0,23%

98 50123 ROBERTO BROKER PSOL 140 0,23%

99 13222 GIVANILDO GU PT - PRB / PT / PR 140 0,23%

100 14222 VERONA PTB - PTB / PPL 132 0,22%

101 15666 PAULO PEREIRA PMDB 132 0,22%

102 13913 ERICA HEEMANN PT - PRB / PT / PR 130 0,22%

103 40840 NORBERTO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 125 0,21%

104 15987 SANDRO MANJERONA PMDB 121 0,20%

105 40040 REGINALDO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 119 0,20%

106 54013 PROFESSORA ADRIANA DAMASCENO PPL - PTB / PPL 119 0,20%

107 40777 NEGA DIO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 116 0,19%

108 23000 RENI VLADIMIR PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 115 0,19%

109 45777 ALESSANDRA PSDB - PV / PSDB 115 0,19%

110 14044 VERA CERONI PTB - PTB / PPL 113 0,19%

111 13500 JORGE SIQUEIRA PT - PRB / PT / PR 113 0,19%

112 45456 MARIA RITA PSDB - PV / PSDB 112 0,19%

113 15063 JESUS MUNHOZ PMDB 110 0,18%

114 50055 HELTON PSOL 104 0,17%

115 11007 ESTER PP 103 0,17%

116 44444 TIM PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 101 0,17%

117 13111 MARQUINHO PT - PRB / PT / PR 101 0,17%

118 12015 SILVEIRA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 96 0,16%

119 50555 FERNANDO DA MELITTA PSOL 92 0,15%

120 13096 ISOLDA PT - PRB / PT / PR 91 0,15%

121 40007 PROF. RUI MARTINS PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 91 0,15%

122 12567 LUIZ TELMO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 90 0,15%

123 11000 JOSÉ NILDO NUNES RODRIGUES PP 86 0,14%

124 14118 MILTON FOTOGRAFO PTB - PTB / PPL 86 0,14%

125 14886 LUIZ SUTEL PTB - PTB / PPL 85 0,14%

126 50255 PROF. GENI PSOL 82 0,14%

127 15248 NELSINHO PMDB 82 0,14%

128 17013 ELISEU XAVIER PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 79 0,13%

129 40321 LUCI ALFONSO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 79 0,13%

130 15200 PASTOR CIUMAR PMDB 78 0,13%

131 15050 LENARA PMDB 77 0,13%

132 15123 OTTOMAR FERREIRA PMDB 75 0,12%

133 43213 PAULO LOPES PV - PV / PSDB 73 0,12%

134 12512 NEI RODRIGUES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 72 0,12%

135 50678 PROF. VILMAR PSOL 69 0,11%

136 50500 MAURÃO PSOL 69 0,11%

137 17888 PASTOR MORAES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 69 0,11%

138 40012 VANDA KILLES PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 69 0,11%

139 40222 RUY ROSTIROLLA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 68 0,11%

140 11341 MÁRCIO SERRA PP 68 0,11%

141 45633 ODILON PSDB - PV / PSDB 64 0,11%

142 40300 BIBI MEIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 64 0,11%

143 45658 RENATO AZAMBUJA PSDB - PV / PSDB 63 0,10%

144 23222 MANOEL BAGUAL PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 57 0,09%

145 45245 PROFESSORA ROMY PSDB - PV / PSDB 57 0,09%

146 13133 IOLANDA PT - PRB / PT / PR 56 0,09%

147 12412 BETINHO CANTOR PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 56 0,09%

148 50012 GERALDÃO PSOL 55 0,09%

149 14333 SAPINHO PTB - PTB / PPL 54 0,09%

150 14123 CARLÃO PTB - PTB / PPL 53 0,09%

151 12888 LAINE RODRIGUES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 52 0,09%

152 40050 FABIANO GONÇALVES PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 52 0,09%

153 50088 ÊDI VIEIRA PSOL 51 0,08%

154 45943 ELCI PSDB - PV / PSDB 50 0,08%

155 33333 VILNEI OLIVEIRA PMN - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 50 0,08%

156 31567 MARCAO PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 50 0,08%

157 45444 NONA PSDB - PV / PSDB 48 0,08%

158 12023 ALCIMAR ROCHA-NECA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 48 0,08%

159 15777 MAICO GUIMARÃES PMDB 48 0,08%

160 50635 ELIZEU VARGAS PSOL 47 0,08%

161 14170 ROBERTO SALAZAR PTB - PTB / PPL 47 0,08%

162 14077 MORENA FERNANDES PTB - PTB / PPL 46 0,08%

163 11131 CHAVES O FLANELINHA PP 45 0,07%

164 40190 PAULINE PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 45 0,07%

165 45555 TADEU NUNES PSDB - PV / PSDB 45 0,07%

166 10018 DURBE PETRY PRB - PRB / PT / PR 44 0,07%

167 23678 LOIVA DA SILVA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 44 0,07%

168 11011 CLECI DE FREITAS PP 44 0,07%

169 12112 EDUARDO LECH PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 44 0,07%

170 25000 PAIM DEM - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 43 0,07%

171 13513 PROTÁSIO PT - PRB / PT / PR 41 0,07%

172 11115 FRANCISCA PP 41 0,07%

173 12123 ROBERTO GROSS PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 41 0,07%

174 10165 ALICE PRB - PRB / PT / PR 41 0,07%

175 12700 CLAUDIA SOARES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 40 0,07%

176 45021 PROFESSORA CONCEIÇÃO PSDB - PV / PSDB 40 0,07%

177 12666 SERGINHO DO OPINIÃO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 39 0,06%

178 31331 ALEXANDRE DULOR PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 39 0,06%

179 65650 GREICE PC do B - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 39 0,06%

180 13556 ANA PAULA PT - PRB / PT / PR 38 0,06%

181 11055 DALTRO CAVALHEIRO PP 36 0,06%

182 45001 DANIEL OLIVEIRA PSDB - PV / PSDB 36 0,06%

183 45888 SUSANA BETAT PSDB - PV / PSDB 36 0,06%

184 15611 LÉO DA SAÚDE PMDB 35 0,06%

185 14101 ROGÉRIO TRINDADE PTB - PTB / PPL 35 0,06%

186 13130 AIMORÉ PT - PRB / PT / PR 34 0,06%

187 50022 EVA PSOL 34 0,06%

188 45000 CIRO PSDB - PV / PSDB 33 0,05%

189 45190 MAURO PSDB - PV / PSDB 33 0,05%

190 50505 SERGINHO PSOL 33 0,05%

191 12333 SALVADOR PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 32 0,05%

192 43357 FRANCILIO PV - PV / PSDB 32 0,05%

193 50050 ZÉ RENATO PSOL 31 0,05%

194 50999 RENATO CABRAL PSOL 31 0,05%

195 14088 RICARDO TEIXEIRA PTB - PTB / PPL 30 0,05%

196 40580 CARLOS OLIVEIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 30 0,05%

197 50250 RICARDO ELIAS PSOL 29 0,05%

198 14146 CLEIA FONTOURA PTB - PTB / PPL 27 0,04%

199 17111 BOB DY PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 26 0,04%

200 15432 VANESSA SILVA PMDB 26 0,04%

201 50150 ERCI FELISBINO PSOL 25 0,04%

202 14567 EDI BAGÉ PTB - PTB / PPL 25 0,04%

203 17123 TORALES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 25 0,04%

204 14111 ALEXANDRE SCHMALS PTB - PTB / PPL 25 0,04%

205 17333 ANDREIA FRANÇA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 24 0,04%

206 40010 SILVIO MARTINS PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 24 0,04%

207 12040 ZE DA CORSAN PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 23 0,04%

208 45222 TIO PAULINHO PSDB - PV / PSDB 22 0,04%

209 40959 BERÊ BERNARDO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 22 0,04%

210 65123 LEANDRO BAUTZ PC do B - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 22 0,04%

211 20000 SANDRO SMACC PSC - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 22 0,04%

212 40522 JOÃO SILVANO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 21 0,03%

213 45014 EDEMAR POLENTA PSDB - PV / PSDB 20 0,03%

214 15340 SGT JUNIOR PMDB 20 0,03%

215 11777 KELLY RODRIGUES PP 20 0,03%

216 17456 ANTONIA NELES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 19 0,03%

217 50146 NINA PSOL 19 0,03%

218 54540 PEDRO AZEVEDO PPL - PTB / PPL 18 0,03%

219 12612 HAMILTON DO LOMBA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 18 0,03%

220 17555 BEATRIZ PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 18 0,03%

221 15333 GERSON CORREA PMDB 18 0,03%

222 23456 ERNESTO LOPES PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 18 0,03%

223 14348 REGINA FERNANDES PTB - PTB / PPL 17 0,03%

224 40109 BETE COSTUREIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 16 0,03%

225 11051 TRINDADE PP 15 0,02%

226 12912 LIZANDRO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 13 0,02%

227 11606 ONECI A NÊSSA PP 13 0,02%

228 15789 CAMERINO GONÇALVES PMDB 12 0,02%

229 15100 MANTEGA PMDB 12 0,02%

230 17700 MINHOCA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 11 0,02%

231 45055 MARA DO CONSELHO PSDB - PV / PSDB 11 0,02%

232 54190 ALEXANDRE FREITAS PPL - PTB / PPL 11 0,02%

233 11035 PETIÇO DO CANADÁ PP 11 0,02%

234 12234 BETONA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 9 0,01%

235 17666 MARA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 9 0,01%

236 15222 PROFª NILZA NUNES PMDB 8 0,01%

237 17444 CARLA ANJOS PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 8 0,01%

238 11342 LAURA SILVA PP 7 0,01%

239 15600 LUIZ PADILHA PMDB 6 0,01%

240 50040 MARIA FERNANDA PSOL 6 0,01%

241 54321 DANIEL RODRIGUES PPL - PTB / PPL 5 0,01%

242 22131 RITA DE CASSIA PR - PRB / PT / PR 5 0,01%

243 50456 CATARINA PSOL 4 0,01%

244 50001 MARLETE PSOL 4 0,01%

245 14008 MÁRCIA COSTA PTB - PTB / PPL 4 0,01%

246 50550 LUIS FERNANDO PSOL 4 0,01%

247 15678 CRIS VEDOY PMDB 4 0,01%

248 45700 TIA IARA PSDB - PV / PSDB 3 0,01%

249 17513 IARA CORTINAZ PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 3 0,01%

250 14318 REGIS NUNES PTB - PTB / PPL 3 0,01%

251 15500 NAYARA MARTELLI PMDB 3 0,01%

252 17655 WERNER SCHUMANN PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 2 0,01%

253 40444 ANGELA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 2 0,01%

254 44111 ALVINO FERREIRA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 2 0,01%

255 13030 ROSANE PT - PRB / PT / PR 2 0,01%

256 43113 SIMONE DOS SANTOS PV - PV / PSDB 2 0,01%

257 45321 TIA LIDIA PSDB - PV / PSDB 1 0,01%

258 12777 VALDIR LEMOS PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 1 0,01%

259 15605 VERÔ PMDB 1 0,01%

260 54795 ANGELA PPL - PTB / PPL 1 0,01%

261 54874 DONA MARIA PPL - PTB / PPL 0 0,00%

262 15321 CELIA SILVA PMDB 0 0,00%

263 45678 PG PSDB - PV / PSDB 0 0,00%

264 13015 ELIANE BATISTA PT - PRB / PT / PR 0 0,00%

265 15954 Mª CRISTINA PMDB 0 0,00%

266 23789 SILVANA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

267 15400 ANGEL PMDB 0 0,00%

268 44221 CLAUDIA FABIANA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

269 44888 GISELE PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

ZONA 0072

0001* 13123 ARMANDO PT - PRB / PT / PR 1.666 2,82%

0002* 15615 CARLOS BENNECH PMDB 1.530 2,59%

0003* 13300 RIDI PT - PRB / PT / PR 1.349 2,28%

0004* 14555 ERALDO ROGGIA PTB - PTB / PPL 1.241 2,10%

0005* 40100 PROF. JEFFERSON PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 1.117 1,89%

0006* 40106 DILAMAR PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 1.114 1,88%

0007* 14789 LECO PTB - PTB / PPL 980 1,66%

0008* 13013 DÉDO PT - PRB / PT / PR 962 1,63%

0009* 15191 JOÃOZINHO DA SAÚDE PMDB 940 1,59%

0010* 10300 XANDÃO GOMES PRB - PRB / PT / PR 918 1,55%

0011* 13456 MANINHO PT - PRB / PT / PR 888 1,50%

0012* 14714 GUGUZINHO PTB - PTB / PPL 790 1,34%

0013* 40610 LEANDRO AGUIRRE PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 743 1,26%

0014* 43333 ZÉ DO PV PV - PV / PSDB 739 1,25%

0015* 13040 ZILMAR ROCHA PT - PRB / PT / PR 592 1,00%

0016* 13100 SERGINHO PT - PRB / PT / PR 584 0,99%

0017* 45999 PLINIO TIQUINO PSDB - PV / PSDB 561 0,95%

0018* 15015 RUSSINHO PMDB 524 0,89%

0019* 12345 EDA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 366 0,62%

0020* 11234 NADIM PP 316 0,53%

0021* 50007 AUGUSTÃO PSOL 255 0,43%

22 15545 LUIZ BARBAROTI PMDB 1.175 1,99%

23 13222 GIVANILDO GU PT - PRB / PT / PR 1.000 1,69%

24 13155 ADÃO PRETTO FILHO PT - PRB / PT / PR 974 1,65%

25 14567 EDI BAGÉ PTB - PTB / PPL 849 1,44%

26 13580 PAULO PILLO PT - PRB / PT / PR 813 1,38%

27 15634 ANTONIO GUTIERRES PMDB 700 1,18%

28 45456 MARIA RITA PSDB - PV / PSDB 665 1,13%

29 13625 SANDRINHO PT - PRB / PT / PR 650 1,10%

30 13900 RAILDO PT - PRB / PT / PR 639 1,08%

31 14699 JORGE BATISTA PTB - PTB / PPL 636 1,08%

32 14120 PASTORA LUCIA PTB - PTB / PPL 630 1,07%

33 13147 GERALDO OLIVEIRA PT - PRB / PT / PR 609 1,03%

34 15050 LENARA PMDB 606 1,03%

35 40007 PROF. RUI MARTINS PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 591 1,00%

36 22000 VITOR MARILEU PR - PRB / PT / PR 575 0,97%

37 40699 MILTON JADER PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 563 0,95%

38 13000 RONALDO RIBEIRO PT - PRB / PT / PR 559 0,95%

39 40123 LUCIANINHO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 549 0,93%

40 23123 JUAREZ DE SOUZA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 519 0,88%

41 17013 ELISEU XAVIER PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 507 0,86%

42 13513 PROTÁSIO PT - PRB / PT / PR 494 0,84%

43 13118 PROFESSOR JUSSEMAR PT - PRB / PT / PR 484 0,82%

44 14696 NELSON SOUZA PTB - PTB / PPL 483 0,82%

45 14777 CHICO GUTIERRES PTB - PTB / PPL 463 0,78%

46 45645 KADU PSDB - PV / PSDB 460 0,78%

47 40840 NORBERTO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 414 0,70%

48 45000 CIRO PSDB - PV / PSDB 398 0,67%

49 13012 ALVAREZ PT - PRB / PT / PR 398 0,67%

50 13333 BRAULIO PT - PRB / PT / PR 370 0,63%

51 22222 KATOFA PR - PRB / PT / PR 350 0,59%

52 13699 BELINI PT - PRB / PT / PR 346 0,59%

53 23000 RENI VLADIMIR PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 345 0,58%

54 40050 FABIANO GONÇALVES PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 330 0,56%

55 14333 SAPINHO PTB - PTB / PPL 294 0,50%

56 12333 SALVADOR PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 287 0,49%

57 50255 PROF. GENI PSOL 284 0,48%

58 12555 SERGIO CARVALHO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 276 0,47%

59 15333 GERSON CORREA PMDB 269 0,46%

60 50166 DR. NAVARRO PSOL 264 0,45%

61 44444 TIM PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 260 0,44%

62 15123 OTTOMAR FERREIRA PMDB 246 0,42%

63 12123 ROBERTO GROSS PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 244 0,41%

64 14144 KIKO PTB - PTB / PPL 243 0,41%

65 40000 ZECA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 239 0,40%

66 50635 ELIZEU VARGAS PSOL 239 0,40%

67 12912 LIZANDRO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 237 0,40%

68 11609 CANELINHA FILHO PP 232 0,39%

69 13500 JORGE SIQUEIRA PT - PRB / PT / PR 227 0,38%

70 15777 MAICO GUIMARÃES PMDB 223 0,38%

71 14007 CELSO RANGEL PTB - PTB / PPL 222 0,38%

72 13485 ESTELA VILANOVA PT - PRB / PT / PR 219 0,37%

73 15000 DESPACHANTE BORORÓ PMDB 218 0,37%

74 12212 BRUNA GARCIA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 212 0,36%

75 45555 TADEU NUNES PSDB - PV / PSDB 212 0,36%

76 12612 HAMILTON DO LOMBA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 208 0,35%

77 14258 DRA. MARGARETH PTB - PTB / PPL 205 0,35%

78 45021 PROFESSORA CONCEIÇÃO PSDB - PV / PSDB 185 0,31%

79 45190 MAURO PSDB - PV / PSDB 184 0,31%

80 45014 EDEMAR POLENTA PSDB - PV / PSDB 179 0,30%

81 23222 MANOEL BAGUAL PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 177 0,30%

82 31331 ALEXANDRE DULOR PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 177 0,30%

83 13096 ISOLDA PT - PRB / PT / PR 176 0,30%

84 40040 REGINALDO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 174 0,29%

85 11100 AILTON MACHADO PP 173 0,29%

86 14123 CARLÃO PTB - PTB / PPL 172 0,29%

87 31567 MARCAO PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 172 0,29%

88 15999 MIRO BRAGA PMDB 170 0,29%

89 50050 ZÉ RENATO PSOL 168 0,28%

90 45245 PROFESSORA ROMY PSDB - PV / PSDB 168 0,28%

91 50012 GERALDÃO PSOL 153 0,26%

92 23456 ERNESTO LOPES PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 152 0,26%

93 45633 ODILON PSDB - PV / PSDB 150 0,25%

94 45222 TIO PAULINHO PSDB - PV / PSDB 150 0,25%

95 54013 PROFESSORA ADRIANA DAMASCENO PPL - PTB / PPL 150 0,25%

96 20000 SANDRO SMACC PSC - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 150 0,25%

97 45658 RENATO AZAMBUJA PSDB - PV / PSDB 148 0,25%

98 45123 EVANDRO RODRIGUES PSDB - PV / PSDB 148 0,25%

99 14660 MOBI PTB - PTB / PPL 144 0,24%

100 11555 BELAMAR PINHEIRO PP 141 0,24%

101 17333 ANDREIA FRANÇA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 141 0,24%

102 50250 RICARDO ELIAS PSOL 141 0,24%

103 13666 ADÃOZINHO PT - PRB / PT / PR 139 0,24%

104 50505 SERGINHO PSOL 135 0,23%

105 28028 PAULO DO SOPÃO PRTB - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 135 0,23%

106 17700 MINHOCA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 133 0,23%

107 50123 ROBERTO BROKER PSOL 130 0,22%

108 14146 CLEIA FONTOURA PTB - PTB / PPL 127 0,21%

109 54540 PEDRO AZEVEDO PPL - PTB / PPL 125 0,21%

110 54190 ALEXANDRE FREITAS PPL - PTB / PPL 125 0,21%

111 50000 PEDRO CIARLO PSOL 124 0,21%

112 13113 VAGNER DO MATIZES PT - PRB / PT / PR 124 0,21%

113 12040 ZE DA CORSAN PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 123 0,21%

114 15063 JESUS MUNHOZ PMDB 122 0,21%

115 15987 SANDRO MANJERONA PMDB 119 0,20%

116 40010 SILVIO MARTINS PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 117 0,20%

117 15600 LUIZ PADILHA PMDB 116 0,20%

118 15200 PASTOR CIUMAR PMDB 115 0,19%

119 45444 NONA PSDB - PV / PSDB 115 0,19%

120 40109 BETE COSTUREIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 115 0,19%

121 40321 LUCI ALFONSO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 115 0,19%

122 50088 ÊDI VIEIRA PSOL 114 0,19%

123 12512 NEI RODRIGUES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 113 0,19%

124 14111 ALEXANDRE SCHMALS PTB - PTB / PPL 105 0,18%

125 45001 DANIEL OLIVEIRA PSDB - PV / PSDB 101 0,17%

126 12222 JAJA DA VAP PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 100 0,17%

127 13556 ANA PAULA PT - PRB / PT / PR 99 0,17%

128 45045 CLAUDIO MARTINS PSDB - PV / PSDB 97 0,16%

129 23678 LOIVA DA SILVA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 96 0,16%

130 40300 BIBI MEIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 96 0,16%

131 15555 DRª GILDA CORRÊA PMDB 95 0,16%

132 12600 PARREIRA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 94 0,16%

133 45211 RONALD PSDB - PV / PSDB 93 0,16%

134 13005 RENILDA PT - PRB / PT / PR 89 0,15%

135 50150 ERCI FELISBINO PSOL 88 0,15%

136 13789 WILLIAM PT - PRB / PT / PR 87 0,15%

137 12666 SERGINHO DO OPINIÃO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 81 0,14%

138 15248 NELSINHO PMDB 80 0,14%

139 50451 GUINHO PSOL 80 0,14%

140 15888 ARAGONÊS DA CORSAN PMDB 79 0,13%

141 45455 ALEXANDRE LOPES PSDB - PV / PSDB 78 0,13%

142 40190 PAULINE PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 73 0,12%

143 40522 JOÃO SILVANO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 69 0,12%

144 15222 PROFª NILZA NUNES PMDB 67 0,11%

145 14000 EUGÊNIO DE FREITAS PTB - PTB / PPL 67 0,11%

146 65123 LEANDRO BAUTZ PC do B - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 67 0,11%

147 11444 DR BELMAR PP 66 0,11%

148 45055 MARA DO CONSELHO PSDB - PV / PSDB 66 0,11%

149 14348 REGINA FERNANDES PTB - PTB / PPL 66 0,11%

150 40959 BERÊ BERNARDO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 61 0,10%

151 10018 DURBE PETRY PRB - PRB / PT / PR 60 0,10%

152 13111 MARQUINHO PT - PRB / PT / PR 59 0,10%

153 12777 VALDIR LEMOS PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 59 0,10%

154 11600 CÉZAR PP 58 0,10%

155 15789 CAMERINO GONÇALVES PMDB 57 0,10%

156 14470 RONALDO MENDONÇA PTB - PTB / PPL 57 0,10%

157 40580 CARLOS OLIVEIRA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 56 0,09%

158 14886 LUIZ SUTEL PTB - PTB / PPL 55 0,09%

159 14400 LUIZ WAILER PTB - PTB / PPL 53 0,09%

160 11000 JOSÉ NILDO NUNES RODRIGUES PP 52 0,09%

161 40222 RUY ROSTIROLLA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 52 0,09%

162 12015 SILVEIRA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 52 0,09%

163 15611 LÉO DA SAÚDE PMDB 50 0,08%

164 17666 MARA PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 50 0,08%

165 22131 RITA DE CASSIA PR - PRB / PT / PR 49 0,08%

166 43213 PAULO LOPES PV - PV / PSDB 47 0,08%

167 50999 RENATO CABRAL PSOL 47 0,08%

168 50433 CHAMACO PSOL 46 0,08%

169 13130 AIMORÉ PT - PRB / PT / PR 44 0,07%

170 17555 BEATRIZ PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 44 0,07%

171 14044 VERA CERONI PTB - PTB / PPL 42 0,07%

172 14005 CLEIDER PTB - PTB / PPL 42 0,07%

173 11615 VALDIR DO ET PP 41 0,07%

174 14100 PORTINHO PTB - PTB / PPL 41 0,07%

175 11225 VALTER PERON PP 40 0,07%

176 44111 ALVINO FERREIRA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 39 0,07%

177 25000 PAIM DEM - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 38 0,06%

178 14101 ROGÉRIO TRINDADE PTB - PTB / PPL 37 0,06%

179 11244 ALEMÃO GIOVANI PP 37 0,06%

180 45700 TIA IARA PSDB - PV / PSDB 36 0,06%

181 15340 SGT JUNIOR PMDB 36 0,06%

182 14118 MILTON FOTOGRAFO PTB - PTB / PPL 34 0,06%

183 54321 DANIEL RODRIGUES PPL - PTB / PPL 34 0,06%

184 12112 EDUARDO LECH PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 34 0,06%

185 43100 PROF. JEFERSON DE SOUZA PV - PV / PSDB 34 0,06%

186 11111 JORGE ORTIZ PP 33 0,06%

187 50456 CATARINA PSOL 32 0,05%

188 45333 JOÃO DA ONG PSDB - PV / PSDB 32 0,05%

189 15666 PAULO PEREIRA PMDB 31 0,05%

190 40400 SIDNEI PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 30 0,05%

191 11007 ESTER PP 30 0,05%

192 13654 TAMPINHA PT - PRB / PT / PR 30 0,05%

193 12023 ALCIMAR ROCHA-NECA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 29 0,05%

194 14077 MORENA FERNANDES PTB - PTB / PPL 27 0,05%

195 17513 IARA CORTINAZ PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 27 0,05%

196 17123 TORALES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 26 0,04%

197 45943 ELCI PSDB - PV / PSDB 24 0,04%

198 40888 JUAREZ FANTINEL PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 23 0,04%

199 12700 CLAUDIA SOARES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 23 0,04%

200 15100 MANTEGA PMDB 23 0,04%

201 17888 PASTOR MORAES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 23 0,04%

202 11342 LAURA SILVA PP 22 0,04%

203 43357 FRANCILIO PV - PV / PSDB 22 0,04%

204 17655 WERNER SCHUMANN PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 20 0,03%

205 15678 CRIS VEDOY PMDB 20 0,03%

206 44000 KANIDIA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 20 0,03%

207 11055 DALTRO CAVALHEIRO PP 19 0,03%

208 12412 BETINHO CANTOR PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 18 0,03%

209 14008 MÁRCIA COSTA PTB - PTB / PPL 18 0,03%

210 17111 BOB DY PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 18 0,03%

211 13133 IOLANDA PT - PRB / PT / PR 17 0,03%

212 50500 MAURÃO PSOL 16 0,03%

213 50055 HELTON PSOL 16 0,03%

214 14014 SINARA KUHN PTB - PTB / PPL 15 0,03%

215 50550 LUIS FERNANDO PSOL 14 0,02%

216 11011 CLECI DE FREITAS PP 14 0,02%

217 14345 GILMAR O SEU MOTORISTA PTB - PTB / PPL 13 0,02%

218 14222 VERONA PTB - PTB / PPL 13 0,02%

219 12567 LUIZ TELMO PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 12 0,02%

220 33333 VILNEI OLIVEIRA PMN - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 12 0,02%

221 13913 ERICA HEEMANN PT - PRB / PT / PR 12 0,02%

222 43113 SIMONE DOS SANTOS PV - PV / PSDB 12 0,02%

223 11341 MÁRCIO SERRA PP 12 0,02%

224 40012 VANDA KILLES PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 12 0,02%

225 50022 EVA PSOL 11 0,02%

226 50555 FERNANDO DA MELITTA PSOL 11 0,02%

227 65650 GREICE PC do B - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 10 0,02%

228 11035 PETIÇO DO CANADÁ PP 9 0,02%

229 50678 PROF. VILMAR PSOL 8 0,01%

230 11131 CHAVES O FLANELINHA PP 8 0,01%

231 14170 ROBERTO SALAZAR PTB - PTB / PPL 8 0,01%

232 11115 FRANCISCA PP 7 0,01%

233 50105 DANIELA PSOL 7 0,01%

234 14088 RICARDO TEIXEIRA PTB - PTB / PPL 6 0,01%

235 12888 LAINE RODRIGUES PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 6 0,01%

236 11777 KELLY RODRIGUES PP 6 0,01%

237 10165 ALICE PRB - PRB / PT / PR 6 0,01%

238 45777 ALESSANDRA PSDB - PV / PSDB 6 0,01%

239 50146 NINA PSOL 6 0,01%

240 15535 VILSON VILA PMDB 5 0,01%

241 12234 BETONA PDT - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 4 0,01%

242 50040 MARIA FERNANDA PSOL 4 0,01%

243 13345 AGUIAR PT - PRB / PT / PR 3 0,01%

244 40777 NEGA DIO PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 3 0,01%

245 50406 DÍCA PSOL 3 0,01%

246 13030 ROSANE PT - PRB / PT / PR 3 0,01%

247 15432 VANESSA SILVA PMDB 3 0,01%

248 15500 NAYARA MARTELLI PMDB 3 0,01%

249 15605 VERÔ PMDB 3 0,01%

250 11606 ONECI A NÊSSA PP 3 0,01%

251 17456 ANTONIA NELES PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 2 0,01%

252 40444 ANGELA PSB - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 2 0,01%

253 17444 CARLA ANJOS PSL - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 2 0,01%

254 45888 SUSANA BETAT PSDB - PV / PSDB 2 0,01%

255 15321 CELIA SILVA PMDB 1 0,01%

256 45321 TIA LIDIA PSDB - PV / PSDB 1 0,01%

257 50001 MARLETE PSOL 1 0,01%

258 13015 ELIANE BATISTA PT - PRB / PT / PR 1 0,01%

259 31190 MATEUS MARQUES PHS - PDT / PSL / PTN / PSDC / PRTB / PHS / PTC 1 0,01%

260 54874 DONA MARIA PPL - PTB / PPL 1 0,01%

261 11051 TRINDADE PP 1 0,01%

262 45678 PG PSDB - PV / PSDB 0 0,00%

263 14318 REGIS NUNES PTB - PTB / PPL 0 0,00%

264 54795 ANGELA PPL - PTB / PPL 0 0,00%

265 15954 Mª CRISTINA PMDB 0 0,00%

266 23789 SILVANA PPS - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

267 15400 ANGEL PMDB 0 0,00%

268 44221 CLAUDIA FABIANA PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

269 44888 GISELE PRP - PSC / PPS / DEM / PMN / PSB / PRP / PC do B 0 0,00%

Seguidores